Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Trabalhadores no Pontal do Paranapanema avançam na luta por terra

Duzentas famílias de trabalhadores rurais de Rosana, região de Pontal do Paranapanema, Oeste do estado de São Paulo, ocuparam na manhã desta quinta-feira, 16, uma área pública de 350 alqueires, comprovam que há disposição e luta pela reforma agrária, contra a grilagem de terras públicas e pelo direito de viver e trabalhar no campo. A região do Pontal do Paranapanema tem uma longa história grilagem de terras e de luta pela reforma agrária. Na região está a área identificada como 14º perímetro, a qual tem uma decisão julgada em todas as instâncias, com publicação em edital datada de 31 de março de 2020, que considerou todas as glebas dentro do perímetro, como terras públicas. Entre outras, na região estão os “grilos” conhecidos como Ponte Branca (12 mil – hectares), Fazenda Guaná (18 mil – hectares) e Fazenda Veneza (13 mil – hectares), onde a grilagem tenta se apropriar das terras públicas. Esta região tem mais de 80 mil hectares, que devem cumprir a função social, como previsto na

Últimas postagens

Imagem

Brasil real

Imagem

Ação pela utopia.

Imagem

Ordem de reintegração de posse a favor da grilagem

Imagem

PAPEL DA MÍDIA HEGEMÔNICA E A FORMAÇÃO DO FASCISMO

Unidade entre FNL, MLT, MTL, LCP e Terra Livre defende a Reforma Agrária e Urbana

Um povo que não detém sua marcha pela dignidade (UN PUEBLO QUE NO DETIENE SU MARCHA POR LA DIGNIDAD)