quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Sociedade enganada – um depoimento de Antonia Melo




As famílias que ainda resistem, sofrem com o vai e vem dos maquinários. Devido às obras da construção de Belo Monte, a sociedade de Altamira vem passando por maus momentos; vexatórios; humilhações, inseguranças e negação dos direitos em meio aos escombros… Poucas famílias ainda resistem e não se curvaram aos “trocadilhos” oferecido pela Norte Energia (junto com o governo federal). Essa empresa vem enganando as famílias, se negando a negociar, e como sempre quebrando o acordo nas negociações.
As demolições das moradias das famílias remanejadas compulsoriamente… …destruição das casas no final da rua Manoel Umbuzeiro, Comandante Castilho, Fausto Pereira e bairro Açaizal… …chegando até Ernesto Acioli, provocando acidentes como quebra de encanação de água, fiação elétrica; deixando as famílias que ainda resistem sem agua e luz elétrica.
Famílias que há tantos anos viveram nesses locais sossegados, estão desesperadas por não saber o que vão fazer com a miséria que a Norte Energia propõe.
Depoimento de Antonia Melo, coordenadora do Movimento Xingu Vivo para Sempre, sobre o processo de despejo dos moradores de Altamira ameaçados pelo reservatório da hidrelétrica de Belo Monte. A casa de Antonia está entre as que devem ser demolidas
Fonte: Movimento Xingu Vivo Para Sempre

0 comentários:

Editado por iMaque - Soluções em Sustentabilidade