quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Criado o Memorial dos Lutadores do Povo do Pará.

Foi criado no último dia 6 de dezembro, durante ato na Assembléia Legislativa do Pará, data do 22º ano do assassinato do deputado João Carlos Batista, o Memorial dos Lutadores do Povo do Pará.

A iniciativa tem a finalidade em organizar um acervo com documentos, objetos, fotografias, materiais em audiovisual e depoimentos que resgatem as lutas desenvolvidas no Pará na segunda metade do século XX. Esse trabalho fará uma pesquisa histórica que possibilite o estudo, a pesquisa e o conhecimento dos lutadores e lutadoras do povo no Pará, para que se tornem referenciais a juventude e as crianças diferentes dos apontados pela mídia e pelas classes dominantes. Possibilitando ainda mostrar a história das lutas travadas no período a ser pesquisado para a organização do acervo.

O Memorial dos Lutadores do Povo do Pará buscará parcerias com organizações públicas e privadas para criar as condições necessárias para reunir o acervo que resgate os lutadores e as lutas dos trabalhadores no campo, na cidade, nas comunidades, em atividades culturais, de gênero, das minorias e estudantis ocorridas no estado.

O ato de criação contou com atividades culturais. Carla, João Bosco e Ernane, do grupo Frieira, apresentaram canções relacionadas as lutas do povo, em seguida o grupo A, corda Bamba apresentou sambas que falam dos movimentos de resistência. Antes de iniciar os debates os poetas Luis Alho, Márcio, Nilton Silva, Samir Raoni e Pedro Batista declamaram poemas.

Na reunião foi apresentada a proposta para a criação do memorial, aprovada por aclamação. Em seguida debateram e aprovaram o Estatuto para as providencias legais, por fim elegeram o Conselho Gestor e o Conselho Fiscal. Participaram ativistas ligados as lutas camponesas, estudantis, sindicais, lideranças partidárias, historiadores, jornalistas, escritores, cientistas políticos, advogados e religiosos de Belém e do interior paraense, Ipixuna do Pará, Moju, Capanema e Barcarena.

A primeira etapa prevista durante a reunião será a elaboração de um plano de trabalho para definir o roteiro da coleta de materiais que integrarão o Memorial dos Lutadores do Povo do Pará. Todas as falas deixaram claro a importância do trabalho para a formação política e ideológica da militância dos movimentos sociais e de toda a sociedade.

0 comentários:

Editado por iMaque - Soluções em Sustentabilidade