quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Camponês é morto em acampamento em interior de Alagoas

O trabalhador Elias Francisco Santos da Silva foi assassinado brutalmente a tiros de espingarda nesta quarta-feira(8) na zona rural de Messias - AL.

http://www.correiodopovo-al.com.br/v3/alagoas/10621-Campons-morto-acampamento-interior-Alagoas.html

Elias era casado, pai de seis filhos e membro da Liga dos Camponeses Pobres - LCP, atualmente dirigia uma ocupação em uma área pertencente a Usina Utinga Leão, região conhecida popularmente como Lageiro.

A instituição a qual pertencia o trabalhador rural entrou em contato com a redação do Correio do Povo, através do Sr. Jeferson da Silva Santos, a fim de denunciar que o crime aconteceu a mando de latifundiários da usina a qual Elias coordenava a ocupação. O delegado Ivanildo de Brito, da delegacia de Messias começou as investigações nesta quinta-feira ouvindo a esposa da vítima.

"Elias foi covardemente assassinado. Há tempos que a Liga dos Camponeses Pobres e outros movimentos camponeses vinham denunciando os abusos por parte dos “vigilantes” da usina Utinga Leão, de jogarem pedras nos barracos dos camponeses, de insultá-los e de realizar constantes ameaças de morte. Tudo acontecia e acontece orquestrado pelos latifundiários donos da Utinga Leão, fazem isto para intimidar as dezenas de famílias que hoje habitam e produzem nas terras que a Usina não consegue mais produzir." disse o representante da LCP à nossa redação.

Após o depoimento da esposa da vítima, o delegado regional de Messias também terá essa outra linha de investigação.

0 comentários:

Editado por iMaque - Soluções em Sustentabilidade