terça-feira, 21 de abril de 2009

Fundador do MAB e presidente do STR de Tucurui é assassinato no Pará










Na noite do dia 16 de abril, por volta das sete horas da noite, foi covardemente
assassinado *RAIMUNDO NONATO CARMO SILVA*, quando retornava para sua residência, à Rua Amazonas, esquina com a Rua Dom Pedro I (Bairro Pimental), por dois elementos armados que dispararam sete tiros a queima roupa, sem que ele tivesse a menor chance de defesa, fugindo em seguida em uma moto de cor preta. * *

*RAIMUNDO NONATO CARMO SILVA, *conhecido como *Raimundinho do Sindicato*, 53 anos,
casado, pai de cinco filho. Ingressou na vida política, em 1984, como Delegado Sindical de Base da Gleba Andorinha/Novo Repartimento. Foi eleito Presidente do STR/Tucuruí, em 1987, como fruto ascendente da luta dos trabalhadores rurais da Região do Lago da UHE-Tucuruí, em busca dos direitos das famílias expropriadas pela barragem, quando do assentamento das famílias nas terras da União. Também foi figura destacada na luta pela defesa da reforma agrária. Combatia o desmatamento da floresta nativa. E, além disso, foi liderança destacada na organização sindical. Participou da luta pela criação das reservas de desenvolvimento sustentável/RDS Alcobaça e Pucuruí/Ararão.

Durante todos esses anos, que atuou na liderança em favor do pequeno agricultor, sempre sofreu ameaças de morte por parte dos grandes grileiros de terra da nossa Região. Participou de todas as ações de criação e implantação dos projetos de assentamento, de obras e infra-estruturas, créditos de instalação do INCRA, assistência técnica, eletrificação rural, construção de escolas, postos de saúde, etc. Fundador do Movimento dos Atingidos por Barragem/MAB no município de Tucuruí e região. Articulador junto aos órgãos dos Governos Estadual e Federal, buscando benefícios para melhoria da condição de vida dos menos favorecidos.



Diante desse crime que indignou todos os homens e mulheres de bem dessa região, queremos expressar nossa esperança na *JUSTIÇA* e nas *AUTORIDADES POLÍTICAS* do Estado, para a resolução imediata e rigorosa desse ato covarde que tirou a vida de um *GRANDE COMPANHEIRO/. /*Na oportunidade apelamos veementemente a qualquer pessoa que tenha alguma informação a respeito do fato ocorrido, que procure as autoridades policiais competentes responsáveis pela investigação.



A vida e a história do *COMPANHEIRO* *RAIMUNDINHO*, representou um marco significativo na luta e organização dos Movimentos Sociais desse Estado. E, por isso mesmo, temos convicção de que sua morte não resultará em mais uma estatística dos crimes impunes dos conflitos agrários existentes. Assim, aguardamos que seus assassinos sejam condenados e presos finalmente.



*RAIMUNDINHO DO SINDICATO* continuará vivo na memória e na luta daqueles que acreditam na reforma agrária e, consequentemente, num mundo mais justo e solidário.



Tucuruí/PA, 17 de abril de 2009




Sindicato dos Trabalhadores Rurais STR/Tucuruí, Conselho Nacional dos Seringueiros/CNS, Federação dos Trabalhadores na Agricultura/FETAGRI, Centro Agroecológico de Assessoria e Educação Popular/CEAP e Associações de Agricultores Familiares do STR/Tucuruí

0 comentários:

Editado por iMaque - Soluções em Sustentabilidade